O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

Em solenidade realizada na sede do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em Florianópolis, foi encerrada na tarde desta quinta-feira (01/09) a 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridade (Segaut), formação da Polícia Militar de SC voltada para os policiais que atuam nas casas militares prestando serviços de segurança às autoridades do poder público. Coordenado pela Casa Militar do MPSC, o Segaut teve início no começo de agosto e, nesta tarde, formou 35 alunos integrantes de forças de segurança de Santa Catarina e de outras regiões do país.  

Durante 25 dias, a turma de alunos participou de mais de 200 horas de formações, que incluíram atividades teóricas, e práticas de tiro, direção, primeiros socorros e defesa pessoal, todas voltadas para a proteção de autoridades. Ao felicitar os formandos, o Procurador-Geral de Justiça do MPSC, Fernando da Silva Comin, celebrou o investimento na capacitação de pessoal. "Hoje ocupamos o primeiro lugar no ranking de segurança pública no país e isso não é alcançado sem investimento público, sem gestão eficiente dos recursos e sem uma capacitação permanente do nosso quadro de pessoal. E é esse objetivo que nós alcançamos aqui hoje. Temos o orgulho de fazer esse evento dentro da nossa, a casa da sociedade catarinense, que é o Ministério Público", disse Comin. 

Post

O Procurador-Geral de Justiça completou parabenizando as instituições envolvidas no Segaut, "que se unem em uma política de capacitação e aperfeiçoamento que extravasa os limites das instituições para alcançar as pessoas que fazem o nosso estado ser um local de excelência", comentou Comin, que recebeu da PMSC uma homenagem em reconhecimento pela parceria na realização do curso. 

Chefe da Casa Militar do MPSC, o Coronel Marcelo Egídio Costa foi o diretor desta edição do Segaut. Em sua fala,  agradeceu ao Ministério Público de Santa Catarina, que "teve um papel muito importante na construção desse curso, que foi extremamente procurado, muitas polícias militares de outros locais nos buscaram pedindo vagas", disse. O Coronel destacou ainda a qualidade da formação oferecida aos agentes da segurança pública. "Chama muito atenção o nível técnico dos instrutores que a PM tem hoje. Posso assegurar que nós temos um corpo técnico de instrutores absurdamente capaz, o que nos orgulha", falou. 

O Comandante-Geral da PMSC, Coronel Marcelo Pontes, enalteceu a parceira com o MPSC para a realização do curso. O militar agradeceu "o apoio incondicional que recebemos desde o início desse curso, pelo fato de o Ministério Público ter ofertado sua casa, seu espaço, a equipe, a logística e recursos para que essa formação se realizasse", disse. "Para nós é motivo de orgulho estar realizando o 2ª Segaut, onde a maioria dos integrantes são policiais que compõem as casas militares, além de policiais militares de outras corporações, todos envolvidos na missão de proteger as autoridades", completou o Comandante-Geral. 

Ainda estiveram na solenidade o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos de Planejamento e Inovação, Luciano Trierweiller Naschenweng, a Primeira-Dama do Estado, Késia Martins da Silva, o Desembargador do Tribunal de Justiça de SC Sidney Eloy Dalabrida, o Subcomandante-Geral da PMSC, Coronel Evandro de Andrade Fraga, o Chefes das Casa Militar da Assembleia Legislativa, Coronel Ricardo Carlos Meyer, o Chefe da Casa Militar do TJSC, Coronel Fábio José Martins, o Comandante da Academia de Polícia Militar da Trindade, Coronel Ricardo Alves da Silva, e o Chefe da Casa Militar do Governo do Estado, Tenente-Coronel Ricardo Alexandre Sabatini Silva 

Participaram do curso policiais que atuam nas casas militares do MPSC, Assembleia Legislativa de SC, Governo de SC, Tribunal de Contas de SC e no Comando-Geral da Polícia Militar catarinense. Integraram a formação 28 policiais da PMSC, um da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, um da Polícia Militar do Estado de São Paulo, um da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, um da Polícia Rodoviária Federal, um militar do Exército Brasileiro e dois policiais da Secretaria Nacional de Segurança Pública.