O Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, apresentou, nesta segunda-feira (22/7), as principais medidas e mudanças estruturais promovidas na Instituição nos primeiros 100 dias. Em meio a ameaças à autonomia do MPSC, o PGJ intensificou, por exemplo, o combate à corrupção com a regionalização dos grupos anticorrupção, GEAC, e a sua integração com os GAECOs, e ampliou o diálogo interinstitucional com órgãos de Estado, iniciativa privada e com a sociedade. Também desburocratizou o trabalho dos membros da Instituição - Promotores e Procuradores de Justiça -, entre outras ações.  Veja todas as medidas abaixo: