O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

A atuação e os resultados obtidos na área ambiental renderam a três Promotoras de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) o título de Amigas da Polícia Militar Ambiental (PMA) do estado. Aline Boschi Moreira, Roberta Seitenfuss e Silvana do Prado Brouwers foram condecoradas em cerimônia realizada nesta segunda-feira (19/09), em Chapecó, na sede do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental de SC - cuja abrangência compreende a área onde atuam as Promotoras de Justiça. 

Entregue a personalidades civis ou militares com atuação destacada em prol do meio ambiente e parceiras da PMA, a titulação recebida pelas Promotoras de Justiça é fruto de um conjunto de ações que cada uma delas realizou em suas Comarcas. A titular da 4ª Promotoria de Justiça de Curitibanos, Aline Boschi Moreira, disse estar "honrada em receber o título de Amiga da Polícia Militar Ambiental pela parceria construída na tutela do meio ambiente ao longo dos anos de atuação na área, o que reforça o importante papel que o Ministério Público possui na educação ambiental e também na prevenção, repressão e reparação de danos ambientais", observou. 

Conforme a Promotora de Justiça de São Carlos, Silvana do Prado Brouwers, receber o título de Amiga da Polícia Militar Ambiental significa "o fortalecimento da parceria mantida com a Polícia Militar Ambiental, entidade que subsidia e dá suporte às demandas judiciais promovidas pelo MPSC", comenta. 

Em julho, outros membros do MPSC também foram condecorados pela PMA. Na ocasião, em Florianópolis, o Procurador de Justiça Paulo Antônio Locatelli, a Coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CME), Promotora de Justiça Luciana Cardoso Pilati Polli, e o Promotor de Justiça Renato Maia de Faria receberam da Polícia Militar Ambiental a medalha Raulino Reitz.